CBVD e CPB realizam curso de aperfeiçoamento com treinador campeão mundial e paralímpico

Durante os dias 30 e 31 de outubro, período que antecedeu o VI Congresso Paradesportivo Internacional, a Confederação Brasileira de Voleibol para Deficientes (CBVD) junto com o Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) realizaram um treinamento técnico e prático com treinadores de vôlei sentado de todo o Brasil. O curso foi ministrado pelo técnico do Irã, Hadi Rezaeigarkani, oito vezes campeão mundial e seis vezes campeãoparaolímpico.

Nestes dois dias, cerca de 90% dos clubes filiados a CBVD, que estavam representados pelos seus técnicos de vôlei sentado, puderam ter uma experiência única com o maior treinador da modalidade de todos os tempos. As aulas práticas e teóricas aconteceram Centro de Treinamento Paralímpico Brasileiro, na cidade de São Paulo.

Congresso Paradesportivo Internacional

Já nos dias 1º a 4 de novembro, uma comissão da Confederação Brasileira de Voleibol para Deficientes (CBVD) participou do VI Congresso Paradesportivo Internacional, também realizado no Centro de Treinamento Paralímpico Brasileiro, na cidade de São Paulo. O encontro teve o intuito de aprimorar os conhecimentos para ampliar o desenvolvimento da modalidade. O presidente da CBVD, Ângelo Alves Neto, junto com os integrantes da CBVD acompanham o evento.

Integraram a comissão da Diretoria Técnica, Marcelo Haiachi e Jonatas Borba; o técnico da Seleção Feminina, Agtônio Guedes; e a fisioterapeuta, Ana Paula Lima. Na oportunidade assistiram à palestra do técnico campeão mundial e paraolímpico pelo Irã, Hadi Rezaeigarkani, sobre Treinamento de Alto Rendimento.

Considerado um dos maiores eventos do mundo sobre inovações científicas e tecnológicas no paradesporto, o VI Congresso Paradesportivo Internacional reuniu cerca de 1.700 pessoas durante os quatro dias do evento ampliando estudos, novas formas de treinamentos, além da troca de experiência entre os participantes.

Satisfeito com os conhecimentos que adquiriu durante os dias intensos de palestras, minicursos, mesas redondas e bate-papo com especialistas, o presidente da CBVD afirmou que voltou com os conhecimentos renovados. “Este congresso foi uma grande oportunidade de renovar os conhecimentos e saber que estamos seguindo pelo caminho certo rumo colocar o Brasil no top do mundo”, destacou Angelo Alves Neto.

Copyright Confederação Brasileira de Voley para Deficiente. Desenvolvido por Softeam